Segunda, 12 de abril de 2021
11 98139-4935
Esportes

01/03/2021 às 03h00 - atualizada em 02/03/2021 às 03h48

28

Redação Portal Boas Novas

Carapicuíba / SP

Fenômeno juvenil que quebrou recorde de Phelps quer ir mais longe: 'Não é um grande feito'
Andrei Minakov, que conquistou seis medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos da Juventude em Buenos Aires, em 2018, é um dos candidatos a protagonistas das Olimpíadas
Fenômeno juvenil que quebrou recorde de Phelps quer ir mais longe: 'Não é um grande feito'

H


á pouco mais de dois anos, o russo Andrei Minakov entrou na piscina dos Jogos Olímpicos da Juventude de Buenos Aires para buscar sua sexta medalha de ouro na competição, nos 100m borboleta. E não fez apenas isso: apesar de ter apenas 16 anos, quebrou o recorde nacional da Rússia com 51,12 segundos. Nascia uma nova estrela das piscinas.


E mesmo antes dos 16, quebrar recordes já estava longe de ser novidade para Minakov: aos 14 anos ele já superara uma marca juvenil de ninguém menos que Michael Phelps.


– Eu quebrei o recorde por idade do Michael Phelps aos 14 anos, mas não acho que isso seja um grande feito. Não conto os recordes júnior porque, nessa idade, todos fazem coisas incríveis. Mas muitos não têm sucesso nos anos seguintes – analisa Minakov, antes de elogiar a lenda da natação. – Acho que não haverá um nadador como Michael Phelps nos próximos 200 anos. Ele é um personagem histórico. Ele é incrível.


Um ano depois dos Jogos Olímpicos da Juventude, Minakov deixou para trás qualquer suspeita de que o desempenho arrebatador em Buenos Aires fosse apenas uma proeza juvenil. No Mundial de Esportes Aquáticos de 2019, em Gwangju, na Coreia do Sul, o russo conquistou duas medalhas de prata, mostrando que estava pronto para brigar de igual para igual com os grandes nomes do esporte. Na final dos 100m, ficou atrás apenas do fenômeno Caeleb Dressel, apontado por muitos como sucessor de Phelps.


– Acho que Andrei e Dressel serão rivais por muito tempo. Mas pense bem: Dressel tem 22 anos. Andrei só tem 17, e ele ganhou a medalha de prata. Então Dressel tem que ficar esperto em Tóquio – diz Uliana Stoliarova, irmã de Minakov.

FONTE: ge.globo

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2021 :: Todos os direitos reservados